Oct 10, 2007

2 semanas



Até aqui tudo bem!

Temos conseguido dar conta do recado.

O pai está a virar um verdadeiro cromo de bébés, com imenso jeito para tudo.

Hoje vamos à pediatra, ver se está tudo bem.

A amamentação é que continua um desafio, e de há uns dias para cá o biberão e a bomba têm salvo a nossa vida e o estômago da R.

Eu estou a ficar mais normal da minha cabeça e a entrar na rotina.

Agora o nosso maior desafio é que eu comecei a trabalhar na segunda (sim, 14 dias após o parto) e a minha mãe só vem em Novembro para Lisboa, o que torna tudo muito complicado, mas tem que se resolver, tudo se resolve.

O trabalho é em regime de freelancer, o que vai dando para conciliar... infelizmente a vida é mesmo assim, eu não podia recusar de forma alguma, porque senão quando desse mais jeito não conseguiria nada.

Ser arquitecta em portugal é muito duro, aliás qualquer "recibo verde" me compreende. E ter ficado sem trabalho no final de Agosto não ajudou nada, portanto arranjar este passado um mês é uma sorte... e uma confusão.

Mas fralda a fralda, mamada a mamada e muitos miminhos o tempo vai passando feliz!!!

8 comments:

hippyxic said...

ah!!!Grande Mulher, Mãe...e arquitecta;))

Butterflyfairy said...

Tem de ser. Tudo se resolve :)
Bjos e muita força :))

Sofia Quintela said...

Ahh que bom que apareceu alguma coisa!!! Eu ainda estou á espera que chegue a minha vez... só é pena que a tua menina ainda seja tão pequenina... mas com muita a força a cisa vai!!!
Beijinhos e tudo a correr bem!!!

Oficinas RANHA said...

Julieta, algo semelhante aconteceu há pouco tempo à minha cunhada... Há momentos em que as oportunidades surgem e não dá para prescindir delas, os tempos são difíceis...
Coragem e muitos beijinhos, Rita

Oficinas RANHA said...

Vais ver que tudo se vai encaminhando para o melhor.
beijinhos da Ana Cristina

Sonia&Mi said...

O importante é estares feliz!
Beijinhos.

Coração de Tangerina said...

A isto é que eu chamo CORAGEM e uma Mulher com muita força...é a vida neste país à beira mar plantado!!!

Um beijo com admiração profunda

Dijambura said...

Tb vou passar pelo mesmo! Sem licença de maternidade e a recibos verdes é tb a realidade de muitos psicólogos! Tb terei que trabalhar pouco tempo depois da minha menina nascer... Força!

 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.