Mar 5, 2008

enfim

hoje foi dia de ecografia.
lá fomos as duas tentar descobrir a causa da falta de apetite ou eliminar uma das hipóteses mais prováveis.

"a ecografia" ou "porque-é-que-eu-sou-tão-pateta-distraída-e-cabeça-no-ar":

enquanto esperávamos a nossa vez, eu desesperava com a minha alergia (que me deixa ranhosa, irritada, com o pingo, fungosa e sempre à beira do espirro, os quais vêm sempre em grupos de 30).
antes tomei um Xizal para me aguentar, mas não fez efeito.
portanto eu estava à beira do colapso, a achar que estava com o início de uma gripe, quase a desfalecer.
e por isso estava apalermada, surda e distraída com as minhas desgraças.
entramos para a sala, cumprimentámos a ecografista, bec bec bec bec bla bla bla bla lari lari laia litat neru bec bec bla bla bla, obrigada.
foi tudo o que percebi durante a ecografia, a R. portou-se bem, perguntámos à enfermeira se estava tudo, acenou que sim, adeus.

ainda estivemos a lanchar na cafetaria do hospital, aliás eu, porque a R. chorou, mas quando lhe dei o leite pouco bebeu.

e assim fomos para casa.
consegui pô-la a dormir a sesta e aproveitei e dormi também.

o pior foi quando toca o telefone e perguntam se era a mãe da Maria do Rosário.
- sim.
- então mas afinal onde está? falta a segunda parte do exame.
- hã?
- sim, depois do jejum dava-lhe o biberão e voltava à ecografia para ver se é o refluxo a causa do problema...
- hã?
- a médica não lhe disse?
- hã? ah o bec bec bec bec bla bla bla bla lari lari laia litat neru bec bec bla bla bla era isso? oh meu Deus!!!!
- agora só repetindo o exame... para a semana...
- oh não dá para ser agora????

e assim voltámos a correr ao hospital, a R. ainda aceitou 30ml de leite, e a ecografia foi feita.
parece que também não é refluxo.

e aqui a palerma idiota fez figura de tonta por ser tão distraída, oh burra burra!!

a falta de apetite continua, no entanto hoje comeu a sopa toda na creche, e antes de ir para a cama bebeu um biberão com satisfação (voltei a dar-lhe o S-26 AR).

um segredo (que escrito aqui deixa já de o ser): hoje cometi a ignorância, ou a insensatez, ou então até fiz muito bem, depende do ponto de vista, e juntei, é verdade, juntei sal à água do banho, e assim purguei-a ou purguei-me de más energias.
amanhã quem toma um sou eu.

6 comments:

Sofia Quintela said...

Hahahahahaham, Julieta... ai o que já me ri com este post. Para que te sintas um pouco melhor eu sou assim, tal e qual uma cabeça no ar. Não és um bicho raro, não.lol, aiiii ainda me estou a rir... e sal no banho, hahahaha!!!! Achas mesmo que que estás com más energias??? Eu acho é que tu andas extremamete cansada!!!! "Apenas" isso.

Supertatas said...

ohhh
eu tb sou assim :$

Butterflyfairy said...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL!!!!
...mistura arruda ;)

Bjos amiga linda...temos de falar ;) Se precisares de alguma coisa já sabes..."eu estou aqui" :D

Manhã de Inverno said...

:D Fartei-me de rir! Muito cansaço sem dúvida. E a rinite também é uma seca que nos deixa muito tontas.

http://primeirodiadeneve.wordpress.com/

rita said...

Sal no banho?! Para espantar os maus fluidos?! Caneco, podias ter dito há mais tempo, mulher...!!!

Fico contente de saber as novas aventuras da Rosarinho pela sua vida académica... Parece que é normal castigarem os pais (ou um deles) pela ausência... Com a Alice nunca aconteceu, mas fica-se com dúvidas na mesma (se o nosso filho é um vadio ou um ingrato...!), eheheheh. É verdade, acho que na escola comem melhor.

Beijinhos às duas!
Rita

Oficinas RANHA said...

eheheh
Também me fartei de rir com a distracção. Esta comigo não acinteceria porque eu sou da area, mas o blaáblaábleclvle..., é realmente isso, na maioria das vezes uma linguagem inatigível.
Em relação aos amuos, é normal. A Rita (que não se identificou bem no comentário anterior) tinha uns 7 meses quando os meus pais foram passar uns dias de férias fora. Ela estave sempre bem, mas quando eles voltaram não ligou nenhuma à minha mãe. Castigou-a. Depois disso eles compreendem que apesar dos amuos os pais não têm controlo remoto.
Beijinhos da ana Cristina

 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.